top of page

Exposição sensorial ‘Arte Pra Cego Ver’ vai circular por dez escolas e entidades de Itajaí-SC

Iniciativa gratuita reforça a importância da acessibilidade e da empatia por meio de obras criadas para serem apreciadas com as mãos



Escolas e entidades de Itajaí vão receber, nos meses de agosto a outubro, a exposição sensorial Arte Pra Cego Ver. A iniciativa gratuita vai circular por dez locais públicos da cidade e ainda oportunizar formações para professores da Rede Municipal de Ensino.

Ao todo, dez obras criadas para serem apreciadas com as mãos integram o projeto, que busca desenvolver a empatia por meio de vivências sensoriais e reforçar a importância da acessibilidade.


A programação inicia na segunda-feira (14), com uma ação para docentes na Secretaria de Educação de Itajaí.


A circulação pelas unidades escolares e entidades itajaienses começa no dia 21 de agosto, com os estudantes da Escola Básica Thereza Bezerra de Athayde, do bairro Espinheiros.


A agenda da exposição também inclui as escolas Pedro Rizzi, Avelino Werner, Henrique da Silva Fontes, Maria Dutra Gomes e o Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA), além da Biblioteca Pública Municipal, Museu Histórico de Itajaí, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e Associação de Pais e Amigos do Autista (AMA).


Em cada instituição contemplada serão priorizadas ações com turmas que integrem alunos sem deficiência (videntes) e alunos cegos ou de baixa visão.


Além da visita à exposição, haverá rodas de conversa sobre o tema, com interação de um consultor de acessibilidade cego sobre os desafios de quem não tem visão, da produtora e proponente do projeto.



A artista criadora da coletânea, Karin Buba, também falará sobre o processo de criação e responderá dúvidas e curiosidades dos alunos. A intenção é possibilitar uma reflexão sobre o respeito à diversidade de expressões, habilidades e competências, proporcionando condições equânimes de aprendizado e manifestação a todos.


“O principal objetivo da circulação da exposição Arte Pra Cego Ver por espaços públicos de Itajaí vai além de proporcionar a visitação tátil às obras sensoriais. A intenção é oportunizar a reflexão sobre o respeito à pessoa com deficiência enquanto indivíduo que contribui para a diversidade cultural e social brasileira”, destaca a produtora e proponente do projeto, Ana Clara Marques.


A exposição


A exposição Arte Pra Cego Ver é composta por 10 quadros sensoriais, criados para serem apreciados com as mãos pela artista Karin Buba. A temática das obras são as lendas do folclore brasileiro, das cinco regiões do Brasil.


A intenção das obras é oportunizar às pessoas com e sem deficiência a percepção tátil, ou seja, visitar a exposição vendados para que experimentem “ver com as mãos” e empatizem com o universo de percepção da pessoa com deficiência visual. Cada obra estará conectada a um fone de ouvido para ouvir a audiodescrição da pintura sensorial, além da impressão em braile do texto da lenda.


O projeto de circulação da exposição Arte Pra Cego Ver foi aprovado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, do Município e Fundação Cultural de Itajaí, com patrocínio da Brasfrigo. A iniciativa é uma realização da ACM Produções.



10 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page